Perfil Profissional

A qualificação essencial de alguém graduado em um curso de mestrado é a sua capacidade de avaliar objetivos e problemas com uma visão geral e procurar soluções globais, evitando concentrar-se somente na solução de problemas parciais.

Enquanto o campo de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) é onde a maioria dos graduados em MSc. Tecnologia da Informação trabalham (cerca de 2 a cada 3), outros campos interessantes de trabalho também podem ser encontradas na produção ou no controle de qualidade.

Tomemos a engenharia automotiva como nosso primeiro exemplo: hoje em dia os veículos modernos possuem cada vez mais componentes de controle, ou as chamadas unidades de controle (computadores compactos destinados a tarefas específicas), que precisam em sua maioria se comunicar com os demais componentes e executar tarefas como, por exemplo, a gestão do motor, a regulação dos sistemas ABS, o entretenimento a bordo, passando pelo ar-condicionado assim como os cintos de segurança.

Um engenheiro que trabalha neste contexto entra em contato com as mais diversas disciplinas: sistemas digitais, microcontroladores, circuitos analógicos, redes de computadores, engenharia do software, altas frequências, técnicas de propulsão entre outras.

Além da indústria automobilística há outras áreas da Tecnologia da Informação que oferecem atividades interessantes e que necessitam profissionais altamente capacitados, como por exemplo, a indústria de telecomunicações, a engenharia biomédica e a engenharia de controle e automação. Construir, ampliar ou assegurar o perfeito funcionamento de uma rede de telecomunicações exige conhecimentos e capacidades que só podem ser encontrados em equipes interdisciplinares. Já na área de automação, dependendo do campo de aplicação, é necessária a presença de biólogos e químicos, além de especialistas em alta tensão.

Um campo que também tem crescido muito nos últimos anos é o da engenharia biomédica. Se nas atividades anteriormente citadas estão envolvidos principalmente especialistas em engenharia elétrica, na engenharia biomédica é necessária uma formação adicional em medicina, técnica de precisão ou inclusive construção de maquinas e equipamentos, p.ex. para desenvolver aparelhos modernos de diagnóstico, como CRT (terapia de ressincronização cardíaca), NMR (ressonância magnética nuclear), ou ainda em tecnologia de última geração, como mesas de operações computadorizadas e robôs cirurgiões.

Todos estes exemplos mostram como a Tecnologia da Informação possui um importante papel em quase todos os campos da indústria, abrindo também as chances de emprego nestas várias áreas.

Funcionários que possuem grau de mestre geralmente são exigidos a terem uma visão diferenciada e um conhecimento atualizado em determinados campos, bem como a qualidade de administrar e coordenar grupos de projetos interdisciplinares.

Devido ao alcance global de várias empresas, grupos de projetos são geralmente formados por várias pessoas de diferentes nacionalidades, fazendo com que o conhecimento de língua estrangeira seja indispensável. Além disso, estas organizações já globais tendem a separar os lugares de desenvolvimento de produtos e produção (que geralmente é feita no exterior). Assim, a comunicação internacional torna-se onipresente.

Carreira profissional de nossos mestres